Melhores praias do Brasil para passar o feriado de Páscoa

O feriado de páscoa é uma grande oportunidade para aproveitar a família e amigos e correr para as belezas do litoral brasileiro.

Abaixo separamos uma lista de praias paradisíacas que lhe proporcionarão um descanso em meio à muito charme e requinte natural.

Para quem está em Jaraguá do Sul: a praia do Rosa

A Praia do Rosa é facilmente considerada uma das mais belas do mundo, para quem está em Santa Catarina, na região de Jaraguá do Sul, talvez essa seja uma das mais recomendadas.

A mata atlântica abundante contrasta com o azul do mar e das lagoas que mescla com seus arredores, oferecendo muitas opções de lazer e relaxamento à disposição de seus visitantes.

praia do bessa paraiba
praia do bessa paraiba

Bem, é um local para aproveitar as trilhas e buscar um contato maior com a natureza. Uma região perfeita para passar um bom tempo.

Com tanta beleza, muitas pessoas buscam uma imobiliária em Jaraguá do Sul para que a visita se estenda além da páscoa.

Do outro, barracas de praia animadas, onde o entretenimento é garantido com bares e restaurantes badalados, além de proporcionar excelentes opções de hospedagem e também um comércio diversificado.

Alter do Chão, Pará

A melhor praia do Brasil não é no Rio de Janeiro ou no nordeste banhado pelo sol. Nem sequer é na costa.

Está em um rio, posicionado no coração da floresta amazônica. A cerca de 30km da cidade de Santarém, Alter do Chão é a resposta da selva para o Caribe.

Depois de uma semana escondido na selva, Alter do Chão é o lugar perfeito para relaxar: você pode ficar nas praias do rio pela manhã, desfilar em um peixe grelhado local à tarde e se retirar para uma das muitas pousadas charmosas da região à noite.

A Amazônia, por ser úmida e densa, ganhou sua fama de “inferno verde”. Assim, Alter do Chão é o seu paraíso dourado.

Fernando de Noronha

Paraíso é a palavra mais usada para descrever Fernando de Noronha, um arquipélago a 350km da costa nordeste do Brasil.

Encontrar uma praia agradável é uma tarefa fácil na pequena ilha vulcânica, mas visitar três é obrigatório:

A Praia do Sancho, que é alcançada através de uma rachadura em uma parede de rochas; Baía dos Porcos, um lugar de beleza surpreendente e ótimo para a natação; e Atalaia, uma piscina natural de água salgada com vida marinha abundante.

Todos têm águas translúcidas, e como o número de turistas para as ilhas é estritamente monitorado, é fácil identificar tartarugas, polvos, uma infinidade de peixes e até tubarões.

A cadeia alimentar em Noronha está bem preservada, então os tubarões são menos perigosos aqui do que em outros lugares.

Praia do Toque, Alagoas

São Miguel dos Milagres margeia 15 km de praias protegidas tanto pelos recifes quanto pela falta de uma rodovia – a principal estrada litorânea vira para o interior, e somente quem sabe pegar a estrada local que leva a uma floresta de coqueiros e aldeias espalhadas.

O mar está sempre quente; até 36ºC na maré baixa no meio da tarde – talassoterapia de graça! Montar base na Praia do Toque e caminhar pelas areias próximas.

Vinte minutos ao norte fica o rio Tatuamunha, um santuário para o peixe-boi.

Quarenta minutos ao sul são dois crescentes perfeitos: São Miguel e Praia do Riacho. Na maré baixa alugue um jangadeiro (um pequeno barco de pesca tradicional) e vá para as piscinas de marés.

Lagoinha do Leste, Florianópolis, Santa Catarina

Florianópolis tem mais de 40 praias de tirar o fôlego. A Praia Mole, a mais popular no coração de “Floripa” e cercada por montanhas verdes, é onde a jovem e bela cabeça.

Mas minha favorita é a Lagoinha do Leste, uma praia deserta no sul da ilha, a uma hora de caminhada.

É uma das praias mais bonitas do Brasil, e apoiada pela mata atlântica, com dunas, bancos de areia, um lago e um litoral rochoso.

Perfeito para acampar (sem acampamento, campo em qualquer lugar) ou para uma viagem de um dia.

E depois da pista ou passeio de barco de volta, você pode terminar o dia comendo no Arantes, o restaurante de frutos do mar mais popular de Florianópolis.

Caraíva, Bahia

Há um ditado com praias remotas brasileiras: primeiro vão os hippies, depois os iates, depois os franceses.

Caraíva ainda está na fase feliz-hippy da descoberta e mesmo assim apenas por um breve período no verão.

Nenhum transporte motorizado é possível em Caraíva, então os sons que prevalecem são a brisa nas árvores de amêndoas altas e a exalação de uma dúzia de mulas que puxam os carrinhos que são a única alternativa para caminhar.

A praia se estende ininterruptamente por mais de um dia de caminhada em qualquer direção – ao norte até a tão badalada vila de Trancoso e sul até Corumbau.

Areias douradas levam até a água onde um surf firme empurra incansavelmente contra a costa e fornece a trilha sonora para o punhado de bares de praia idílicos.

E depois, claro, há as traves que lembram que você está no Brasil. Já escolheu sua praia de destino?

Espero que tenha gostado das dicas, até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.